quinta-feira, 18 de abril de 2013

Praga ataca cajueiros em João Pessoa

Aspectos da folha do cajueiro, infestado
com a mosca-branca. Foto: Fred Pitanga.
Os cajueiros localizados entre a área onde será instalada a Estação Ciência até a entrada da Praia da Penha, em João Pessoa, estão apresentando tonalidade branca, com se estivessem recobertos por cinzas escuras na folhagem, e estão chamando a atenção das pessoas que passam pela localidade.

Leia também

Estes sintomas são típicos da infestação dos cajueiros pela mosca-branca (Aleurodicus cocois), um homoptera bastante conhecido como praga destas plantas.
 
Até os anos 1970, o cajueiro era considerado uma planta resistente às pragas. Entretnto, com o aumento da área plantada e o adensamento das plantas, estas plantas mostrou-se suscetível ao ataque de insetos e ácaros, alguns causando danos econômicos, como é o caso da mosca-branca do cajueiro.

A ocorrência deste inseto em João Pessoa não é nova, sendo registrada, já em 1968, nos Estados de Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte.
 
 
Cajueiro infestado com a mosca-branca.
Foto: Fred Pitanga.

Para o tratamento das plantas atacadas pela mosca-branca do cajueiro, recomenda-se o uso de técnicas de agraoecologia, com o uso inclusive de inimigos naturais, por exemplos a joaninha. Venenos químicos, não são específicos e terminam eliminando organismos desejáveis e poluem o meio ambiente, colocando a saúde dos humanos e dos animais em risco.
 

Cajueiro infestado com a mosca-branca.
Foto: Fred Pitanga.



Postar um comentário