sábado, 29 de agosto de 2015

Panorama do meio ambiente na Paraíba é tema de palestra na UFPB

No dia 28 de agosto de 2015, como parte das ações do Projeto Ciclo de Cooperação Dialógico Vivencial no Campo da Extensão Universitária, aprovado no PROBEX-2015, realizou-se o terceiro Ciclo de Formação de Extensionistas, no Auditório do DEMID-CCHLA.

Neste evento, coordenado pela professora Dra. Gilvaneide Alves de Azerêdo, da Universidade Federal da Paraíba, Campus de Bananeiras-PB, o eixo temático desenvolvido foi Extensão e Meio Ambiente.
 
 
 


Composição da mesa
Para compor a mesa foi convidado o Dr. Itaragil Venanci, Engenheiro Florestal e extensionista Rural da EMATER que abriu os trabalhos falando sobre o Extensão Rural na Paraíba, apresentando aspectos do serviço público estadual de extensão rural e meio ambiente e a discussão sobre a percepção sobre a questão da interdisciplinaridade.

Antes dele começar o diálogo, foi apresentado de forma breve elementos da sua formação, sendo ressaltado que ele possui graduação em Engenharia Florestal pela Universidade Federal de Campina Grande (2004), e mestrado em Ciências Florestais (2011) pela mesma Universidade. Atualmente é Extensionista Rural II da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural da Paraíba (EMATER PARAÍBA). Tem experiência na área de Recursos Florestais Não Madeireiros (taninos vegetais e produção melífera de abelhas nativas), e Produção Florestal Madeireira de Caatinga (manejo florestal). Realiza trabalhos de fitossociologia, volumetria de florestas nativas e estoques de carbono equivalente, e outros ligados à propriedade rural, elaboração de projetos, e ATER para a Agricultura Familiar. Abaixo o slide com o teor da palestra.




No segundo diálogo discorrido a questão ambiental na Paraíba, tendo como palestrante Ronilson José da Paz - Analista Ambiental, servidor público do IBAMA-PB. Na composição da mesa foi apresentado aos cursistas o seu extenso currículo cuja formação perpassa a graduação em Ciências Biológicas, nas habilitações Bacharelado e Licenciatura Plena, pela Universidade Federal da Paraíba (ambas em 1989) e mestrado em Ciências Biológicas (Zoologia), também pela Universidade Federal da Paraíba (1997), e especialista em Educação, pela Universidade Estadual da Paraíba (2014). Atua exercendo o cargo de Analista Ambiental, no Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis – IBAMA. Sua experiência é também na área de Ecologia, com ênfase em Ecologia Aplicada (Limnologia), atuando principalmente em ecologia de ecossistemas de água doce (limnologia), toxicologia aquática, ensino de Biologia, ensino de Ciências e Educação Ambiental, bem como na área de Gestão Ambiental.

Ronilson José da Paz - Palestrante
O Analista Ambiental do IBAMA-PB Ronilson José da Paz, trouxe para os cursistas elementos sobre os problemas ambientais no Estado da Paraíba. Segundo ele paisagisticamente falando, a Paraíba é um dos estados do nordeste mais bonito, que atrai turistas de todo o Brasil e do mundo. Falou sobre os atributos naturais da Paraíba, enfatizando que para manter os atributos ambientais atrativos para os turistas e residentes os poderes Públicos (União, Estados e Municípios) e adotados alguns mecanismos de proteção ambiental.
  
Um outro aspecto por ele mencionado foi a questão das áreas protegidas, esclarecendo aos cursistas o que é uma unidades de conservação, indicando que são espaços territoriais e seus recursos ambientais, incluindo as águas jurisdicionais, com características naturais relevantes, legalmente instituídos pelo Poder Público, com objetivos de conservação e limites definidos, sob regime especial de administração, ao qual se aplicam garantias adequadas de proteção da lei (Lei nº 9.985/2000).

Através do slide apresentou um quadro das unidades de conservação e áreas protegidas descritas abaixo, sendo dialogado com os participantes os municípios de cada uma das áreas apresentada no âmbito federal, estadual e municipal.
 
Federais
● Área de Proteção Ambiental Barra do Rio Mamanguape
● Área de Relevante Interesse Ecológico dos Manguezais do Rio Mamanguape
● Floresta Nacional da Restinga de Cabedelo
● Reserva Biológica Guaribas
● Reserva Extrativista Acau-Goiania
Estaduais
● Parque Estadual do Cabo Branco
● Reserva Ecologica Mata do Pau Ferro
● Parque Estadual do Pico do Jabre
● Reserva Ecologica Mata do Rio Vermelho
● Parque Estadual Pedra da Boca
● Parque Estadual Mata do Xem-Xem
● Parque Estadual Marinho de Areia Vermelha
● Area de Protecao Ambiental das Oncas
● Estação Ecológica do Pau Brasil
● Área de Proteção Ambiental de Tambaba
● Monumento Natural Estadual Vale dos Dinossauros
● Área de Relevante Interesse Ecologico de Goiamunduba
● Parque Estadual do Jacarapé
● Parque Estadual do Aratu
● Área de Proteção Ambiental do Cariri - Cabaceiras, Boa Vista e São João do Cariri
● Parque Estadual do Poeta
● Parque Estadual das Trilhas e dos Cinco Rios
● Reserva de Fauna da Mata do Buraquinho
● Área de Proteção Ambiental do Roncador
● Parque Ecológico Engenheiro Avido - Cajazeiras
● Parque Natural Municipal de Cabedelo - Cabedelo
● Parque Municipal Arruda Câmara - Joao Pessoa
● Área de Relevante Interesse Ecológico Caranguejo-Uça – Mataraca

Área protegida
● Jardim Botânico Benjamin Maranhão
 
Na palestra mencionou, para exemplificar, quatro formas de agressões ao Meio Ambiente na Paraíba: desmatamento, poluição das águas, poluição do ar e uso de lixões.


Outro elemento importante apontado por Ronilson foi a manutenção dos atributos paisagísticos que são realizados através de ações de fiscalização, controle e monitoramento.
 
Exemplos por ele citado de ações fiscalizatórias:
  • Ação fiscalizatória do IBAMA na Caatinga da Paraíba.
  • Ação fiscalizatória do defeso do caranguejo-uçá pela Polícia Ambiental.
  • SEMAM de João Pessoa fiscaliza poluição sonora.


Postar um comentário