sábado, 16 de fevereiro de 2013

Associação Guajiru garante a desova de tartarugas-marinhas na orla da Paraíba

A Associação Guajiru identifica e monitora os ninhos de
tartarugas-marinhas encontrados na orla paraibana.
até o nascimento dos filhotes. Foto: Associação Guajiru.
O trabalho incansável dos integrantes da Associação Guajiru - Ciência - Educação - Meio Ambiente, que executam o Projeto Tartarugas Urbanas, há quase 11 anos, nas praias da Paraíba, coordenado pela Bióloga Dra. Rita Mascarenhas, tem assegurado as desovas das tartarugas-marinhas na sua orla.

Leia também
A Bióloga Rita Mascarenhas, fazendo suas
anotações referentes ao ninho de tartaruga.
Foto: Associação Guajiru
Nesta temporada 2012/2013, de 10 de novembro de 2012 até hoje, já foram registrados e estão sendo monitorados 36 ninhos de tartarugas-marinhos, apenas nas praias de João Pessoa e Cabedelo, representando representando quase o dobro do que foi registrado na temporada 2011/2012.

Na última quarta-feira (13) houve o primeiro nascimento desta temporada, quando 66 filhotes de tartaruga-de-pente nasceram na Praia de Intermares, sendo testemunhadas por dezenas de pessoas.

A Associação Guajiru é uma organização não-governamental, constituída por voluntários, que não detem quaisquer incentivos do poder público, com uma sede improvisada, mas que, com o empenho de seus membros e a garra da Bióloga Rita Mascarenhas, tem conseguido executar um trabalho extremamente importante na preservação e conservação das tartarugas-marinhas, que são animais na lista dos ameaçados de extinção.



Postar um comentário