sábado, 24 de março de 2012

Tartarugas-Verdes são encontradas mortas no litoral da Paraíba

Na manhã dessa sexta-feira (23), cinco tartarugas marinhas foram encontradas mortas nas Praias de Ponta de Campina e Intermares, no Município de Cabedelo, Região Metropolitana de João Pessoa, Jacumã, no Município de Conde, Litoral Sul do Estado da Paraíba, e na orla do da Praia do Bessa, na Capital.

Leia também

No ano passado foram encontrados 100 animais mortos. Este ano, o número chega a 50, o que representa a metade dos óbitos registrados durante todo o ano de 2011, segundo a Bióloga Rita Mascarenhas, da ONG Associação Guajiru.
 

Os objetos plásticos são confundidos com os alimentos
das tartarugas-marinhas. Imagem: Internet.
 
A rede de pesca é um dos motivos que leva a morte das tartarugas. Elas ficam presas e não conseguem retornar para a superfície e acabam morrendo asfixiadas. Outro fator determinante é a poluição das águas. A bióloga e coordenadora do Projeto Tartarugas Urbanas da ONG Guajiru, Rita Mascarenhas, comentou que as tartarugas, assim como outros animais, alimentam-se de algas marinhas. Na visão desses seres, é semelhante às sacolas plásticas abandonadas no mar. Com isso, as tartarugas acabam morrendo por obstrução dos intestinos e estômago.
 
Objeto plástico encontrado na Praia do Bessa,
em 08/03/2012, com marca de mordida de
tartaruga-marinha. Foto: Ronilson Paz

 
Além disso, as tartarugas também podem morrer por complicações de doenças e também pelo ataque de predadores como os tubarões. Cerca de 90% desses animais que frequentam o litoral paraibano são da espécie Chelonia mydas, mais conhecida popularmente como tartaruga-verde.



Postar um comentário