quarta-feira, 14 de março de 2012

Instituto Chico Mendes abre consulta sobre Atlas de Espécies Ameaçadas de Extinção

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) abriu desde terça-feira (13) a consulta pública para todos os pesquisadores e interessados em contribuir para a revisão do Atlas de Espécies Ameaçadas de Extinção, publicado em abril de 2011. A consulta fica aberta por 30 dias.

Leia também

A contribuição pode ser feita via questionário, elaborado pela Coordenação de Análise e Prognóstico de Risco à Biodiversidade, vinculada à Coordenação Geral de Manejo para Conservação do ICMBio, que está dividido em fauna e flora. O questionário de fauna apresenta os grupos taxonômicos anfíbios, aves, mamíferos, peixes e répteis, além dos grupos de invertebrados aquáticos e invertebrados terrestres, e o de flora, apresenta lista de espécies das famílias Acanthaceae, Alstroemeriaceae, Amaranthaceae, Amaryllidaceae, Anacardiaceae, Apocynaceae, Araceae, Araucariaceae, Arecaceae, Arnelliaceae, Asteraceae, Begoniaceae, Blechnaceae, Bromeliaceae, Bruchiaceae, Cactaceae, Celastraceae, Chrysobalanaceae, Combretaceae, Connaraceae, Convolvulaceae, Costaceae, Cyperaceae, Dicksoniaceae, Dicranaceae, Dilleniaceae, Ephedraceae, Eriocaulaceae, Erythroxylaceae, Euphorbiaceae, Fabaceae, Gentianaceae, Geocalycaceae, Gesneriaceae, Grammitidaceae, Heliconiaceae, Iridaceae, Isoetaceae, Jungermanniaceae, Lamiaceae, Lauraceae, Lecythidaceae, Lejeuneaceae, Lentibulariaceae, Lepidoziaceae, Loganiaceae, Lycopodiaceae, Lythraceae, Malpighiaceae, Malvaceae, Melastomataceae, Meliaceae, Monimiaceae, Moraceae, Myrtaceae, Ochnaceae, Oleaceae, Orchidaceae, Orobanchaceae, Passifloraceae, Phytolaccaceae, Picramniaceae, Plantaginaceae, Poaceae, Podostemaceae, Polygalaceae, Pottiaceae, Proteaceae, Pteridaceae, Ricciaceae, Rubiaceae, Rutaceae, Santalaceae, Sapindaceae, Sapotaceae, Scrophulariaceae, Siparunaceae, Solanaceae, Symplocaceae, Thelypteridaceae, Theophrastaceae, Trigoniaceae, Verbenaceae, Verbenaceae, Violaceae, Vitaceae e Xyridaceae.

A base para a elaboração do questionário para revisão do Atlas de Espécies Ameaçadas de Extinção foi o Livro Vermelho de Espécies Ameaçadas de Extinção, que traz a lista divulgada pelo Ministério do Meio Ambiente.

O único inconveniente da resposta ao questinário é que, em consequência da ferramenta utilizada, é que o pesquisador que investigou uma ou mais espécies em unidades de conservação (UC) diferentes terá que preencher um questionário para cada UC estudada. Por outro lado, um aspecto importante do questionário é que o pesquisador poderá informar com detalhes suas referências, como publicações acerca da espécie em teses, artigos, congressos, avistagem com registro fotográfico, com coordenadas georeferenciadas, entre outras.

Nas próximas fases, também está prevista a compilação dos dados e a validação pelos 11 centros de pesquisa e conservação do ICMBio. Os pesquisadores que tiverem alguma dúvida devem encaminhar e-mail para coapro.dibio@icmbio.gov.br ou ligar para (61) 3341-9529.

As fotografias de registros de espécies deverão ser encaminhadas para fotosbiodiversidade@gmail.com, especificando o nome da espécie e autor da imagem, bem como se elas podem compor o novo Atlas ou não.

Acesse o questionário de fauna.

Acesse o questionário de flora.
 
 
Postar um comentário